Categorias: Planejando

Petrolina

Petrolina Lua de Mel no Brasil

Sim, nosso destino de hoje fica no Nordeste. Mais precisamente em Pernambuco, terra de famosas e paradisíacas praias brasileiras. Porém, apesar de ser conhecida como a terra onde “o sertão vira mar”, Petrolina está a mais de 700 quilómetros da costa.

O que faz deste pedaço de terra pernambucano, vizinho à Bahia, tão especial e importante (segundo maior PIB do estado) é certamente a benção por estar às margens do grande Rio São Francisco.

Quem não se lembra das tórridas cenas de amor à beira do Grande Chico entre os personagens de Cauã Reymond e Isis Valverde na minissérie Amores Roubados? Como plano de fundo havia sempre uma bela paisagem do sertão nordestino e sua forte cultura sertaneja, banhados por belos vinhedos e a cristalina água do imponente rio.

Com mais de 300 mil habitantes, Petrolina tem de tudo: aeroporto próprio, rede hoteleira completa, um tradicional bode assado servido em restaurantes sofisticados, balneários simples e deslumbrantes passeios pelo rio de até sete horas de duração.

Os recém-casados devem reservar um fim de tarde para sair de catamarã e apreciar o pôr do sol e o nascer da lua juntos, um passeio magnífico que pode estar acompanhado de música ao vivo e espumante. Nada mais romântico e inesquecível para uma lua-de-mel.

Ainda que o Rio São Francisco seja o perfeito cartão-postal de Petrolina, circular pelas ruas da cidade pode ser revelador. Na orla franciscana, bares e restaurantes concentram turistas dia e noite. De brinde, a vista para a Ponte Presidente Dutra, que liga Petrolina a Juazeiro.

petrolina lua de mel no brasil
Igreja Nossa Senhora Rainha dos Anjos

Entre uma visita à Igreja Nossa Senhora Rainha dos Anjos, a Matriz da cidade, e à Catedral Sagrado Coração de Jesus, com seus vitrais franceses, é necessário um tempo para o Museu do Sertão e o Parque Zoobotânico da Caatinga. Um roteiro sobre história, cotidiano e natureza que impressiona.

Para os casais que gostam de arte, estar em Pernambuco, um celeiro inconteste de artistas populares, é um privilégio. Ali nasceu gente que transforma madeira em fantasia, renda em arte, barro em vida, mesmo Sertão adentro.

petrolina lua de mel no brasil
Ana das Carrancas

Seu expoente máximo é o trabalho imortal de Ana das Carrancas, falecida em 2008. Suas carrancas espantam mau olhado, excelente para casais felizes e apaixonados, e representam como nenhum outro o artesanato petrolinense. Além dela, outros nomes dão continuidade à tradição da cidade e podem ser apreciados neste roteiro, tais como, Roque Santeiro, artesão especializado em arte sacra.

E em meio a grande aridez da caatinga Petrolina surpreende por cultivar uva e produzir vinhos premiados. Tudo graças a fazendeiros gaúchos que na década de 1980 intensificaram os projetos de irrigação por ali. A água, elemento mais importante para a agricultura, é farta e abundante. Bastou controlá-la (o excesso não é bom para a produção) que o Vale do São Francisco virou um oásis para os produtores de vinho. E, claro, uma excelente pedida para os amantes da bebida.

Em 2004, o vinho local Paralelo 8 foi o primeiro representante nacional a aparecer na lista da revista Wine Spectator, referência mundial no assunto. Em 2008, um produto da mesma marca, a Rio Sol, ficou entre os dez melhores numa degustação às cegas feita por especialistas na Expovinis, a maior feira de vinhos da América Latina, em São Paulo.

Além de prêmios, a região tem outro diferencial: até três vindimas por ano (no Rio Grande do Sul, a colheita é feita apenas uma vez por ano). As vinícolas da região têm boa estrutura para turismo.

A ViniBrasil (Rio Sol) e a Garziera, ambas em Lagoa Grande, a 60 km de Petrolina, recebem visitantes que ficam sabendo mais sobre essa história, passeiam entre os parreirais, conhecem a produção e fazem degustações. A vinícola Miolo, em Casa Nova-BA, a 45 km, tem loja e oferece visita e degustação acompanhada por enólogos.

Reservem pelo menos quatro ou cinco dias inteiros para desfrutar das belezas e do sossego daqui. Apesar da região ainda não contar com nenhum estabelecimento de hospedagem com foco em charme e romance, os Petrolina Palace Hotel, Hotel Lima Candeias (do outro lado do Chico), Hotel Pousada Rio Belo e a Pousada Carranca são opções bem avaliadas e bem localizadas. Os valores iniciais das diárias variam em R$ 150 e R$ 300 para o casal com café da manhã.

petrolina lua de mel no brasil
Restaurante Flor de Mandacaru

Já a culinária surpreende a todos os tipos de turistas, tanto pela qualidade como pela diversidade e quantidade de estabelecimentos. Posso citar alguns deliciosos, mas sem dúvida vocês encontrarão muito outros pelo caminho. São eles: Restaurante Flor de Mandacaru, Bode Assado do Ângelo, Empório Gourmet, Maria Bonita, Bode Assado Curaca, Cuscuzeira, Restaurante Barcarola, Carranca Gulosa, Favorito e a Pizzaria Velho Chico.

Aqui não importa a data do casamento. A qualquer época do ano é possível visitar Petrolina e amá-la profundamente.

Para mais informações, preços e roteiros personalizados, fico à disposição.

Abraços,

banner clube turismo

Publicidade

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário!

7 comentários

  1. christine comentou:

    Eu moro em Juazeiro! kkkkk
    Fiquei surpresa quando vi este post. Realmente, aqui a região do vale do são francisco, quem conhece não esquece!

  2. Thamires comentou:

    Fe, faz pra a gente plaquinhas de casamento e de daminha / pajem. Queria tag de carro também! acho bem legal e inesperado essa lembrancinha

    1. Oi Thamires!!! Algumas plaquinhas entram semana que vem! Hmmmm ótima sugestão a tag para carro! Anotadíssimo! Beijos

  3. Thamires comentou:

    ahhh… potinhos de vidro também.. pra bolo de pote ou doce de leite de potinho!!!

  4. Victoria Lima comentou:

    Realmente temos do que se orgulhar aqui,moro em petrolina e posso garantir que o lugar é lindo ,ÓTIMOS RESTAURANTES e bons lugares pra visitar,lugares esses ate pouco conhecidos tipo as dunas do são francisco aqui em casa nova,um CENÁRIO lindo pra fotos ainda mais se for lua de mel pra guardar como lembranças …por ser cidades vizinhas costumamos dizer que somos pernambaiano e baimbucano como diz a música eu gosto de juazeiro mas adoro petrolina <3

    1. Oi Victoria, nunca fui pra lá, mas a cada post da Patrícia fico com vontades novas de lugares novos! Com certeza irei um dia sim 🙂
      Um beijo querida!