Categorias: Planejando

Lua de Mel na Argentina

Lua de Mel na Argentina

Lua de Mel na Argentina | Blog de Casamento DIY da Maria Fernanda
Buenos Aires

Verdade seja dita: esse nosso vizinho tem lá seus defeitos (ex.: preços em dólar americano e alguns hermanos malandrinhos que querem tirar proveito financeiro de turistas desavisados), assim como o Brasil, mas suas belezas e delícias são incontestáveis. Lugares românticos, então, há de sobra por lá. E, para facilitar a sua lua de mel, os hotéis argentinos passaram recentemente a ficar 21% mais barato. Isso mesmo, 21%! Esse desconto se deve a isenção do imposto IVA (imposto sobre consumo) em hotéis para estrangeiros que pagarem suas estadias através de cartão de crédito (não se esqueça da alíquota do IOF de 6,38% para compras no exterior). A isenção do IVA já é aplicada para compras no país desde 2001, assim como para compras e hospedagens no Chile, no Uruguai, no Peru, no Equador e na Colômbia.

Lua de Mel na Argentina | Blog de Casamento DIY da Maria Fernanda
Buenos Aires

Do Brasil, atualmente, existem muitos voos diários e diretos para Buenos Aires (a partir de R$ 800,00* com taxas, saindo de São Paulo, sem promoções), a elegante, aconchegante e cosmopolita capital argentina. Localizada às margens do Rio da Prata, a bela cidade ostenta hotéis de luxo, gastronomia de alto padrão, vida noturna badalada e lojas requintadas. Um passeio de gôndola a dois pelo icônico rio (saída do Dique 3), passando pela emblemática Ponte de La Mujer) e um jantar com show de Tango no histórico Café Tortoni tornarão essa viagem ainda mais inesquecível. Para os amantes mais animados que desejam aprender a dançar o ritmo argentino, sugiro o milonga (bailes portenhos) La Viruta, onde aulas acontecem antes do início efetivo do baile.

Um dos bairros portenhos mais charmosos é a Recoleta, cuja arquitetura foi influenciada diretamente pela Europa e onde se encontra a original escultura Floralis Genérica, flor de aço que se tornou símbolo da cidade. Ela se abre com o nascer do sol e fecha-se no fim do dia. A região conta também com uma belíssima livraria, a El Ateneo e um famoso cemitério, onde Evita Peron e outros memoráveis argentinos estão enterrados. Vale muito a pena a diferente visita!

Os bairros mais antigos e tradicionais da cidade são o San Telmo e o Palermo, sendo este último o mais visitado da cidade pelos brasileiros, muito provavelmente por ser internacionalmente conhecido por sua marcante boemia. Aqui está, talvez, o melhor restaurante da cidade: The Argentine Experience, uma típica e excelente steakhouse. Também em Parlermo, mais precisamente num região chamada Bosques de Palermo, está o jardim de rosas El Rosedal, perfeito pata caminhar de mãos dadas passando por bonitos chafarizes, lindas obras de arte, uma ponte do amor e um belo lago, onde é possível alugar barquinhos para tornar o passeio ainda mais singular. Antes de sair do bairro, sugiro que o casal faça uma parada no café El Último Beso, local com nome triste, mas capaz de animar qualquer coração que ama através da sua delicada ambientação.

Lua de Mel na Argentina | Blog de Casamento DIY da Maria Fernanda
La Parolaccia – Buenos Aires

O meu lugar favorito por aqui é o Puerto Madero, local nobre, centro financeiro do país e especialmente agradável que até 1989 encontrava-se abandonado devido ao desuso de seu antigo porto. Puerto Madero passou por uma grande revitalização, que transformou docas e galpões abandonados em bares, restaurantes, cinemas, escritórios e até residências, tudo à beira do gigante Rio da Prata. Um restaurante bem romântico, à luz de velas, por aqui é o La Parolaccia, especialista em massas e frutos do mar, perfeito para casais apaixonados.

Antes do fim da viagem, a parada turística obrigatória e bem clichê é o El Caminito, no bairro La Boca. Nesta ruela charmosa e colorida é possível comprar muitas lembrancinhas da viagem, dançar tango no meio da rua com os muitos dançarinos profissionais e comer o delicioso doce de leite argentino.

Seus dias na capital argentina podem ter uma pitada extra de paixão se vocês puderem optar por alguns dos hotéis mais românticos daqui, tais como: Casa Calma Hotel (diária a partir de R$ 400,00*), Fierro Hotel (diária a partir de R$ 500,00*), Mine Hotel Boutique (diária a partir de R$ 340,00*), Alvear Art Hotel (diária a partir de R$ 800,00*), Alvear Palace Hotel (diária a partir de R$ 1.440,00*), Miravida Soho Hotel (diária a partir de R$ 480,00*), The Glu Hotel (diária a partir de R$ 420,00*), entre outros.

Lua de Mel na Argentina | Blog de Casamento DIY da Maria Fernanda
El Caminito – Buenos Aires

Partindo de Buenos Aires sugiro mais alguns dias em Mendonza, onde é possível chegar de carro (mas cansativo), ônibus noturno (cerca de 13/14 horas de viagem, opção confortável e mais barata) ou de avião (menos de 2 horas de viagem). A dica estratégica na cidade é se hospedar no centro por dois ou três dias e fazer passeios diurnos, de bate e volta, até as vinícolas da região. O Vale do Suco, por exemplo, é um dos melhores passeios em Mendonza e fica a cerca de 1h30 do centrinho. Existem muitos motoristas na cidade para fazer esses passeios particulares, mas é preciso reservar todos os serviços e visitas antecipadamente.

Para os casais realmente apaixonados por vinhos indico que se hospedem nos hotéis dentro das vinícolas (duas noites em cada), tais como: Casa Glebinias, casa de Uco Vineyards & Wine Hotel, Alpasion Lodge, Posada Cavieres Wine Farme e Lujan de Cuyo B&B, cujas diárias custam a partir de R$ 600,00* para o casal. Ao final de março acontecem as colheitas, época muito interessante para conhecer Mendonza.

Lua de Mel na Argentina | Blog de Casamento DIY da Maria Fernanda
Mendoza

Em Mendonza não há muito que se fazer além de namorar, conhecer parreiras, descansar, comer bem e tomar ótimos vinhos (nada melhor para uma lua de mel, certo?), por isso indico um almoço extremamente romântico e maravilhoso nos jardins da Bodega Lagardem em Lujan de Cuyo. Para o jantar especial, também na mesma região, o Brindillas Restaurant vai surpreender.

                  *Preços pesquisados em Janeiro de 2017 para a baixa temporada de 2017.

Boa viagem!

Publicidade

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário!