Categorias: Planejando

{ lua-de-mel } Lençois Maranhenses

Fascinante. Essa é a palavra ideal para descrever um pedacinho encantador do nosso Brasil. Mais precisamente, uma parte do litoral oriental do Maranhão, onde se localiza o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Ao todo são 155 mil hectares de dunas com até 40 metros de altura e lagoas de águas doces em tons de azul e de verde. Para completar, a temperatura delas está sempre em torno de 27 e 28 graus Celsius.

Suas terras pertencem a quatro municípios, sendo Barreirinhas a sua principal porta de entrada.

lencois-maranhenses-41

Um bom período para visitas é de dezembro a julho, quando as lagoas estão mais cheias, o calor é mais ameno (média anual de 26 graus Celsius) e a vista belíssima.

Se locomover de veículo 4×4 pelo parque é lei, por isso certamente é necessário contratar um jipe para conhecer as lagoas e dunas da região. Já nas ruas de Barreirinhas existem moto táxis por todos os lados e táxis a preços acessíveis. Quem opta por ficar no Centro pode também caminhar até a Avenida Beira-Rio,  que abriga a maioria dos restaurantes e bares.

Para quem gosta de praia, de águas salgadas, partindo de barco de Barreirinhas é possível disfrutar das lindas praias Barra do Tatu, Moitas, Morro do Boi, Ponta do Mangue e Vassouras.

Outro passeio local muito popular entre os turistas é o Atins, um pequeno vilarejo de pescadores que se situa entre o Oceano Atlântico e a foz do Rio Preguiças. Neste povoado prevalece o estilo rústico da vida e a ligação harmônica com o meio ambiente. Para quem busca as raízes naturais, a paz e a tranquilidade, não há melhor opção. Afinal, a internet, o telefone e a energia elétrica (tão comuns em nosso dia-a-dia contemporâneo) ainda são extremamente raros por aqui.

lencois-maranhenses-11

Já na praia Caburé, eleita a melhor turística da região, está um maravilhoso refúgio onde o visitante pode tomar banho de mar e tirar o sal do corpo em água doce. Além de poder se hospedar em chalés e se servir de boa comida.

Sobre gastronomia regional, indico o restaurante Bambaê em Barreirinhas. Em Santo Amaro do Maranhão, vale a pena experimentar o camarão-da-Malásia nas pousadas Cajueiro e Água Doce. Em Atins, o tradicional camarão do Da Luzia. Por fim, em Caburé, a pedida é o robalo da Península do Caburé.

Len_is_Maranhenses

Para hospedagem com mais conforto, existem algumas opções. Em Barreirinhas as sugestões são o quatro estrelas Grand Solare Lençóis Maranhenses (diárias para casal a partir de R$ 300) e a Pousada Encantes do Nordeste (R$ 400 a diária). Em Atins, a Oceano Atins Casa Boutique é uma mistura de charme e natureza rústica. Uma experiência única nos Lençóis a partir de R$ 330 a diária.

O romantismo toma conta dos casais apaixonados neste paraíso, especialmente no momento pôr do sol. A Lagoa Azul é responsável por muitos beijos apaixonados nesta hora do dia. Como ela está a 35 minutos da cidade, é importante programar antecipadamente com o guia turístico contratado um passeio a dois fora dos horários tradicionais (às 9h e às 14h).

sunset_at_lencois_maranhenses

Se não chovesse por aqui, certamente teríamos um deserto em terras brasileiras. Porém, o clima 300 vezes mais úmido que o do famoso Saara, formam lagoas (algumas até com peixes) que são verdadeiros oásis tropicais por entre as dunas.

Às margens do Rio das Preguiças, distante 255 km da capital São Luis, a viagem de quase 4 horas é totalmente recompensada pela paisagem inigualável do local. Um raro fenômeno geológico formado ao longo de milhares de anos trouxe a natureza local lagoas que se espalham por toda a área do parque. As principais delas, famosas por seus encantamentos e condições propícias para banho, são as chamadas Lagoa Azul e Lagoa Bonita.

banner clube turismo

Publicidade

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário!